Coleções

“Paisagem com Fidalgo e Cão à Beira Rio”

Exuberante par de castiçais em prata portuguesa, relevada e gravada. Fretes em forma de balaústre, com quatro nós de volumetrias diferentes, que ostentam decoração gravada com frisos intercalados de folhas de acanto estilizadas e de corola fechada.

Base de secção hexagonal com banda periférica com os mesmos motivos fitomórficos. No bordo da base inscrição “N S DA CONCEIÇÃO DO CARREGADO”. Arandela móvel decorada com pequena moldura de folhas de acanto.

Aquamanil
Faiança Portuguesa
Lisboa, 1620-1640
Dim.: 12,0 x 18,0 cm

Aquamanil em faiança, de fino vidrado entanífero, decorado a azul-cobalto, produzido nas oficinas de Lisboa na primeira metade do séc. XVII e que representa um animal fantástico, inspirado num Kendi em forma de rã, de porcelana chinesa Wanli - Kraak.

Aquamanile
Portuguese faience
Lisbon, 1620-1640
Dim.: 12,0 x 18,0 cm

Importante bule josefino “Bico de ave”, em prata portuguesa. Corpo em forma de pêra invertida, com bojo decorado com entablamentos arquitectónicos enriquecidos de profusa decoração rocaille, repuxada e cinzelada, constituída por folhagens, flores, concheados e volutas, ornamento que se prolonga pela tampa. Esta, ricamente decorada, termina num botão com forma de flor.

Belo prato de grandes dimensões, com covo pouco acentuado e de aba levantada, esmaltado a branco e decorado a azul-cobalto, em faiança portuguesa da primeira metade do século XVII, inspirada na porcelana chinesa Kraak do período Wanli, dinastia Ming.

Fundo com decoração muito preenchida onde sobressai, numa exuberante paisagem exótica,um javali junto a um varandim, uma roda budista e, ao fundo, casario com igreja.

Par de potes com tampa, em forma de balaústre, com colo curto rematado por rebordo arredondado, em porcelana branca com decoração azul-cobalto e revestido de vidrado levemente azulado, do período Kangxi. O bojo ostenta, uma decoração com padrão cerrado de elementos vegetalistas e com grandes flores onde se destacam crisântemos e peónias – a rainha das flores, simbolizando a Primavera, associada à boa sorte e riqueza.

Transição D.João V (1706-1750) / D. José I (1750-1777)

Páginas