Coleções

Raro grupo em marfim policromado de fabrico Goês do séc. XVII, representando o arcanjo São Miguel Matando o Dragão, iconografia rara no panorama de figuras devocionais Indo-Portuguesas.
Certamente produzido para um oratório privado o Arcanjo, ao qual se perderam as características asas, é representado de pé sobre o abdómen do dragão, segurando na mão direita uma lança que trespassa a garganta do monstro, e na esquerda uma vara com terminando em flor-de-lis.

Manga de Farmácia em faiança portuguesa, de forma cilíndrica com ligeiro estrangulamento no centro, decorada a azul e vinoso de manganês sobre esmalte branco. Bojo com cartela retangular, larga e oblíqua, com a inscrição S.BUGLOZI, que sobressai de densa decoração com grandes boninas. O colo com cercadura vegetalista e a base de filete remata a composição da manga.

A sua forma particular identifica-se com os kagamibuta, literalmente "tampa em espelho", fazendo lembrar um manju ou doce tradicional de forma redonda, dado que a parte superior, normalmente em metal, faz lembrar um espelho.

"Romance II – A Batalha dos Unicórnios"

1963

 

Cafeteira em prata portuguesa de invulgar dimensão assente em base quadrangular. O corpo tem forma de balaústre decorado com canelados côncavos e molduras ovais centrais, delineadas por grinaldas de ramos, numa gravação muito suave e minuciosa.

As linhas essenciais da peça são avivadas por frisos de perlados. Bico em forma de colo de cisne, ornamentado com duas fileiras de finos perlados e terminando numa folha de acanto. Asa lisa em pau-santo.

Polvorinho em chifre de antílope - "Nilgai" - com elegante terminal em marfim representando a Makara, animal da mitologia Hindu, possuidor de forte significado para as comunidades locais, de cuja boca emerge uma gazela.

Raro escudo de aparato de formato circular (rodela) em madeira exótica (pranchas cavilhadas entre si), coberto por várias camadas de pele animal moldado a quente à estrutura de madeira segundo a técnica do cuir bouilli, posteriormente revestida por laca do Sudeste Asiático ou thitsi a negro e decorada a folha de ouro na frente e no verso.

“Cena do Quotidiano”

Páginas