Coleções

Pequena taça em ágata matizada e de tons fumados que tem como característica principal o facto de ser entalhada de um único bloco de mineral. As ágatas são uma das muitas formas da calcedónia, um tipo de quartzo onde se incluem também as cornalinas e os heliotrópios.

Menino Jesus de grandes dimensões em marfim, trabalho proveniente das oficinas luso‑tailandesas, do século XVII.

Encontra-se “reclinado” na consagrada posição em que Buda morreu, sendo esta representação unicamente utilizada no budismo da Tailândia (antigo Sião); traduz a passagem de Buda para o nirvana, estado onde se alcança a profunda paz de espírito, pela pureza dos pensamentos.

Importante bule josefino “Bico de ave”, em prata portuguesa. Corpo em forma de pêra invertida, com bojo decorado com entablamentos arquitectónicos enriquecidos de profusa decoração rocaille, repuxada e cinzelada, constituída por folhagens, flores, concheados e volutas, ornamento que se prolonga pela tampa. Esta, ricamente decorada, termina num botão com forma de flor.

“Paisagem com Fidalgo e Cão à Beira Rio”

Excepcional par de cómodas da época D. José I, em pau-santo maciço ricamente entalhado, com fundos em vinhático e ferragens em bronze ao gosto rocaille. O tampo é liso e emoldurado, acompanhando frente e ilhargas onduladas com quebras em curva e contracurva. Corpo com duas gavetas e três gavetões, que possuem frentes lisas e moldura dupla, com exuberantes ferragens em bronze.

Par de castiçais de base prismática tri-facetada, em porcelana com decoração designada de "Imari", em tons de azul e vermelho-ferro, contornados a ouro sobre o vidrado. Uma das faces totalmente preenchida com armas de Francisco José de Sampaio Melo e Castro, de grande beleza, acrescentando o seu esmalte verde, uma riqueza adicional à típica decoração Imari.

Invulgar peça em faiança portuguesa do século XVII, representando baú de caracter artesanal, apoiado sobre patim incorporado, com cabeça de animal fantástico, com decoração a azul-cobalto sobre esmalte branco. A tampa e a frente do cofre estão delimitadas por friso a azul e preenchidas por cartela com enrolamentos simétricos de folhas de acanto, desenvolvidas ao modo barroco, através de pincelada gestual e espontânea, ponteadas por ramos de aranhões, vulgarmente inspirados nas folhas de artemisa da porcelana chinesa do período Ming.

Páginas