Coleções

Gomil em forma de elmo invertido, onde proliferam elementos do barroco, particularmente bem cinzelados e repuxados. Apresenta boca larga e está assente em pé circular.

No bojo, a parte inferior é envolvida em ondas rocaille, que partem de uma concha de estrutura helicoidal, perfeitamente desenhada e marcada por linhas sinuosas, assente numa corola de pétalas abertas e moldurada por dois frisos paralelos de ponteados. A parte superior é lisa decorada com uma concha estilizada.

Excepcional prato em faiança portuguesa, com covo pouco acentuado e aba levantada, coberto com esmalte branco e pintado a azul e vinoso de manganês, num minucioso trabalho de composição designado de Desenho Miúdo. A decoração é tipicamente chinesa com o covo e a aba preenchidos por paisagem orientalizante. No centro surgem dois monges budistas sobre uma ponte à sombra de uma umbella inseridos numa profusa composição vegetalista.

Cafeteira josefina de três pés, em prata portuguesa. Corpo piriforme alongado, decorado no bojo e junto à tampa, com elementos florais, vegetalistas e concheados, predominando aletas em “C”, finamente cinzelados e cartelas. O bico, em colo de cisne, envolve-se em caneluras, terminando em folha de acanto. Assenta sobre três pés em sapata, espalmados, que se unem ao corpo da peça por um concheado repuxado.

Painel de Azulejos
Portugal, séc. XVII (1.ª metade)
(36 azulejos)
Vários painéis disponíveis
Dim.: 87,0 x 87,0 cm por painel

Tile panel
Portugal, 17th century (1st half)
(36 tiles)
Various panels available
Dim.: 87,0 x 87,0 cm per panel

Contador com Trempe
Pau-santo, vinhático e latão
Portugal, séc. XVII
Dim. : 179x 125 x 57 cm

Proveniência: coleção privada, Bélgica

Soberba caixa-escritório Cíngalo-Portuguesa de formato paralelepipédico em madeira exótica e marfim assentando sobre quatro pés finamente torneados no mesmo material. Os finos painéis de marfim que a revestem, delicadamente vazados e entalhados estão fixos à carcaça de madeira através de minúsculas cavilhas de marfim e emoldurados por bandas de marfim gravadas com enrolamentos característicos do repertório decorativo Cingalês.

Adaga tradicional com lâmina em aço de um só gume, de forma plana e ligeiramente curva.
O cabo apresenta motivo zoomórfico de cabeça de leão, executado em prata relevada e cinzelada com olhos em cabochons de rubi, detalhe que lhe confere um forte carácter realista. Este detalhe decorativo sugere que esta adaga deverá ter pertencido a um alto dignitário da corte Mogol.

Par de travessas oitavadas em porcelana chinesa de exportação da Companhia das Índias. Decoração a azul sob vidrado, com esmaltes “Família Rosa” e ouro, e o brasão de armas de Francisco António da Veiga Cabral da Câmara Pimentel (2º Serviço), Visconde de Mirandela, ao centro. Aba com padrão encanastrado onde se desenvolvem grinaldas de flores limitadas por friso a azuis.

Páginas