Olifante

F866  Raro olifante, ronca ou trompa de caça em marfim esculpido, trabalho provavelmente da Serra Leoa, do séc. XVI. De grande sobriedade de decoração, a presa é lisa, com corpo facetado, de secção oitavada, terminando numa gola de marfim mais claro, aspectos responsáveis pela raridade da peça e lhe conferem uma grande elegância. Na pequena curvatura, argola entalhada para suspensão e, na grande, dois orifícios para sopro. Um triplo anel separa-o da zona da boca decorada com estrias em ziguezague. Este tipo de artefacto em marfim era produzido na Serra Leoa, por encomenda do ocidente. Os olifantes para uso africano diferem dos que foram exportados para a Europa, na localização do orifício para o sopro, que é transversal na parte côncava

Marfim África ocidental, Sapi-português (?) 1ª metade do séc. XVI Comp.: 40,0 cm Occidental Africa, Sapi-Portuguese (?) 1st half of 16th c. Lenght: 40,0 cm BASSANI, Ezio; FAGG, William Buller; VOGEL, Susan Mullin [et al], Africa and the Renaissance: art in ivory, Catálogo Raisonné para a exposição em The Center for African Art, New York e The Museum of Fine Arts, Houston, 1988.

  • Arte Colonial e Oriental
  • Artes Decorativas
  • Marfim, Tartaruga e Madrepérola

Formulário de contacto - Peças