Porcelanas

C571 Porcelana vidrada Raro pote Ming com tampa de corpo sextavado de seis lóbulos, de gargalo curto e direito, em porcelana branca e vidrado levemente azulado.O bojo apresenta quatro reservas com paisagem à beira da água, com ganso rodeado por flores de lótus e outras plantas aquáticas,sobrevoada por ave em voo picado.

C547 Porcelana vidrada Pote em forma de balaústre, com colo curto de porcelana branca coberta de variados esmaltes, muito comum neste período de transição da dinastia Ming para a dinastia Qing. A decoração ocupa todo o corpo, com um fundo de espirais em vermelho-ferro, corolas de flores e folhas verdes. Destacam-se quatro ínsulas de mar a azul,rodeados de vagas verdes que se propagam em agitações de espuma por toda a composição, com quatro cavalos coloridos a galope sobre a espuma, símbolo de velocidade e perseverança.

C498 - Par de Castiçais em porcelana branca, de base prismática tri-facetada, com decoração designada de Imari, em tons de azul e vermelho-ferro, contornados a ouro sobre ovidrado.Uma das faces da base está totalmente preenchida com armas de Francisco José de Sampaio Melo e Castro1, de grande beleza,acrescentando, o seu esmalte verde, uma riqueza adicional à típica decoração Imari.As outras estão decoradas com os tradicionais motivos vegetalistas: peónias, folhagens e ramagens.

C497 Belo frasco de chá em forma de balaústre, do período Kangshi, em porcelana branca decorada a azul- cobalto e com tampa de prata.O bojo ostenta o brasão de armas de D. Pedro de Lancastre Silveira Valente Castelo Branco Vasconcelos Barreto e Meneses, encimado por pelicano com cabeça invertida e ladeado por ramagens com bagas. Assenta em base com gomada de pétalas de flor-de-lótus. Está separado do pé por um anel de enrolamentos. O pé é cónico, decorado com um friso de esquilos e elementos florais.

C536 Par de potes com tampa, em forma de balaústre e de grandes dimensões, com colo curto rematado por rebordo arredondado, em porcelana branca com decoração azul-cobalto e revestido de vidrado levemente azulado, do período Kangshi.O bojo ostenta, uma decoração com padrão cerrado de elementos vegetalistas e com grandes flores onde se destacam crisântemos e peónias – a rainha das flores, simbolizando a Primavera, associada à boa sorte e riqueza.

C510 Par de grandes potes bojudos do período kangshi,em porcelana branca decorada com esmaltes Imari sob o vidrado e com garnitures em bronze dourado. O bojo uma paisagem tipicamente chinesa com montanhas, casario, rochedos, arvoredo e rio.

À beira-rio crianças brincam e Kuanines conversam serenamente, sob o olhar dos pescadores que navegam no rio. No ombro, uma banda de painéis em forma de cabeça de ceptro de ruyi, com fundo azulado,alternam com reservas rouge-de-fer, com motivos vegetalistas.

C316 Par de travessas oitavadas em porcelana chinesa da Companhia das Índias. Decoração a azul sob vidrado, com esmaltes da “Família Rosa” e ouro, e o brasão de armas de Francisco António da Veiga Cabral da Câmara Pimentel (2º Serviço), Visconde de Mirandela, ao centro. Aba com padrão encanastrado onde se desenvolvem grinaldas de flores limitadas por friso a azuis.

Páginas