Pote Sextavado

C378  Porcelana branca vidrada,decorada a azul-cobalto. Grande pote bojudo com corpo de seis lóbulos, que se reflectem na base e no colo, imprimindo‑lhe uma configuração sextavada. De gargalo curto e direito, foi torneado numa porcelana branca, pesada e espessa e de vidrado brilhante, levemente azulado. A decoração, num azul‑cobalto profundo, distribui-se por cinco bandas horizontais de diferentes larguras, separadas por linhas brancas.

O bojo apresenta, como registo central da peça, grandes medalhões polilobulados, recortados em chaveta, contendo cenas do quotidiano, todas diferentes, em que figuras femininas confraternizam num terraço com balaustrada e paisagem florida. Os medalhões são separados por dois lingzhi estilizados que se unem por um fio vertical – Lingzhi ou cogumelo da imortalidade é um símbolo de longevidade e prosperidade.

No ombro, a decoração é composta por banda ornamentada com seis painéis polilobulados, alternando guans e qilins – Guan ou vaso é um emblema de boa sorte e qilin é um animal mítico, com cabeça de dragão, corpo coberto de escamas, cascos de veado e cauda espessa. É chamado o “unicórnio chinês” e simboliza governação sábia. As reservas são separadas por diferentes padrões geométricos em azul, padrão celular, pétalas em cruz e encanastrado, separados entre si por bandas brancas verticais, duas meias corolas e uma inteira sobre campo azul.

A separar do colo um estreito segmento de cabeças de ruyi, símbolo budista de autoridade, cabeça de ceptro real, significando literalmente “conforme o vosso desejo”. O gargalo facetado é decorado com seis reservas com ramos floridos sobre fundo azul de padrão ponta de diamante. Junto à base, bordadura constituída por painéis de lótus contíguos, num fundo azul.

China; dinastia Ming, Reinado Jiajing (1522-1566) Alt.: 33,0 cm China, Ming dynasty, Jiajing period (1522-1566) Height: 33,0 cm MATIAS; Maria Margarida G. Marques; China e Islão: Gramáticas Decorativas; Catálogo de exposição; Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves; 1992 - MATOS, Maria Antónia Pinto de; A Casa das Porcelanas; IPM – Casa Museu do Dr. Anastácio Gonçalves; Lisboa, 1996

  • Arte Colonial e Oriental
  • Artes Decorativas
  • Porcelanas

Formulário de contacto - Peças