Cómoda

Nº de referência da peça: 
A405

Excepcional cómoda tombeau em pau-santo maciço, do período de transição D. João V / D. José, de linhas onduladas, concavas e convexas, dita “torta e retorta”, com aplicações em bronze cinzelado. A frente é abaulada, constituída por três níveis de gavetas, separados por vistas de entre panos bem marcados: o superior com duas e os restantes em gavetão, simulando duas gavetas iguais, idênticas às de cima. As frentes destes compartimentos têm uma elegante almofada com dupla moldura periférica de cantos arredondados.

As ilhargas, contracurvadas com duas reservas almofadadas e duplo emolduramento, possuem uma bela pega de transporte em bronze. As pilastras são proeminentes e os pés em mísula, revestidos com exuberantes bronzes, cinzelados e dourados, de estilo rocaille. Magníficos puxadores e escudetes, também em bronze, completam a decoração. Tampo em mármore brecha.

Nesta cómoda de transição do estilo D. João V para o de D. José I, a opulência é dada pela utilização compacta da espessura da madeira de pau-santo, pelas almofadas que compõem a frente das gavetas e das ilhargas, e pelos majestáticos bronzes cinzelados assimétricos, de influência rocaille, que protegem os cantos e que substituem a madeira entalhada, comumente utilizada nas cómodas portuguesas contemporâneas.

Pau-santo e bronze, Portugal, séc. XVIII, Dim.: 98,0 × 139,0 × 63,0 cm

Rosewood and bronze, Portugal, 18th c., Dim.: 98,0 × 139,0 × 63,0 cm

References:

  • FREIRE, Fernanda Castro, Mobiliário, Vol. I, Lisboa, Fundação Ricardo do Espirito Santo Silva, 2001
  • PINTO, Pedro Costa, O Móvel de Assento Português do Século XVIII, Lisboa, Medialivros SA, 2005.
  • Arte Portuguesa e Europeia
  • Mobiliário

Formulário de contacto - Peças