Adaga - Kard

Nº de referência da peça: 
F748

Belíssima adaga com punho em marfim de morsa com "cabochons" de rubis encastoados a ouro com técnica de "Kundan", desenhando um friso e uma flor de seis pétalas de cada face e, na extremidade, uma elipse com motivo geométrico. Lâmina recta e bastante robusta de um só gume, em aço damasquino e com dorso reforçado.
É bem visível nesta adaga a influência e características persas que pautaram muita da arte típica do Império Mogol. As suas origens remontam à Pérsia, com a qual mantiveram intensas relações diplomáticas e comerciais, privilegiando sempre a cultura e estética Safávida.
A técnica "Kundan" foi bastante utilizada durante o Império Mogol, permitindo o encastoamento perfeito para decorar peças requintadas e luxuosas. É um processo de revestimento de uma sólida resina com sucessivas camadas de folhas de ouro de elevado grau de pureza. través de uma técnica específica e ligeiro aquecimento, ocorre uma fusão molecular, solidificando o ouro - que os portugueses designavam como "ouro de condena" - e fixando as gemas à peça.

Açó damasquino, marfim de morsa, 46 rubis e ouro de 24k
Índia, séc. XVIII
Dim.: 33,0 cm

  • Arte Colonial e Oriental
  • Artes Decorativas
  • Adagas e Polvorinhos

Formulário de contacto - Peças