Coleções

Placa de marfim preenchida pelo busto da Virgem com o Menino. Nossa Senhora apresenta rosto afilado, olhos amendoados, cabelos com madeixas, túnica de pregueados leves e longo manto drapeado sobre a cabeça. O Menino Jesus encontra-se despido, sentado no braço direito da Virgem. 

Par de castiçais neoclássicos em prata portuguesa. Base elíptica, vazada em gradinha, assente sobre quatro pés salientes em bola, da qual se eleva a corola de uma flor de oito pétalas gomadas, terminando em gotas. Este padrão repete-se no fuste e no copo, separados por bolachas.

A haste canelada é interrompida por uma cinta transfurada, com quatro reservas lisas. Nó e arandelas elípticas em gradinha, desenhadas segundo o padrão decorativo da base.

Cofre de secção octogonal, em filigrana de prata, trabalho goês do séc. XVII, totalmente decorado com elementos que se enrolam e se cruzam ao gosto oriental. Na tampa, monograma coroado ao centro, inserido numa orla redonda, ladeado por “CC” e “SS” encostados e volutas, de onde partem enrolamentos fitomórficos.

Cafeteira de três pés D. José em prata portuguesa. Corpo modelado num formato piriforme, característico do período rocaille. No bojo, decoração rocaille cinzelada, usando motivos fitomórficos, rosas, concheados e volutas plenas de movimento, destacando-se um medalhão central emoldurado por duas longas aletas.

Exuberante par de castiçais em prata portuguesa, relevada e gravada. Fretes em forma de balaústre, com quatro nós de volumetrias diferentes, que ostentam decoração gravada com frisos intercalados de folhas de acanto estilizadas e de corola fechada.

Base de secção hexagonal com banda periférica com os mesmos motivos fitomórficos. No bordo da base inscrição “N S DA CONCEIÇÃO DO CARREGADO”. Arandela móvel decorada com pequena moldura de folhas de acanto.

Salva de vinte e seis gomos em prata portuguesa. Centro liso com moldura periférica relevada, lisa e com a orla recortada definindo gomos côncavos sulcados em dimanação do centro.

“Gatos de Korntal IX”

1989

 

Canudo de botica em faiança portuguesa, de forma cilíndrica com ligeiro estrangulamento no centro, boca alteada e revirada, decorado a azul de contornos a vinoso de manganês sobre esmalte branco. Bojo com cartela oval e oblíqua, com a inscrição VNG. TO PALIDVM, ladeado por alguns elementos florais de influência chinesa e um imponente busto feminino com toucado à moda da época, conhecido por Bella, influência da majólica italiana. Colo e base com tarja de volutas rematada por filetes a vinhoso.

Páginas